OUÇA A RÁDIO AO VIVO 28685197_1541513555965219_3053291728455425754_n

NO AR:
Doutores do Riso
Airton Rathke, Vinícius Vargas e Valmor Reckziegel. - 20:00h às 23:00h

Notícias

FAHOR e CFJL realizam campanha para coleta de lixo eletrônico

Quinta-Feira, 23.08.2018 às 9h34
LOGOMARCA OLINDA FM OFICIAL

Para a Faculdade Horizontina e o Centro Tecnológico Frederico Jorge Logemann, a preocupação com o meio ambiente sempre foi um ponto muito importante. Reaproveitamento da água da chuva, doação de agasalhos, livros, objetos e ações de conscientização fazem parte das atividades promovidas pelas instituições. Neste sentido também são realizadas anualmente campanhas para coleta de lixo eletrônico.


A campanha também é uma iniciativa do Diretório Acadêmico FAHOR – DAFH, curso de Engenharia Ambiental e Ações do Bem CFJL/FAHOR. A coleta será realizada até o dia 15 de setembro e posteriormente os materiais serão recolhidos pela empresa de Horizontina, Natusomos - Lixo Eletrônico. Na Unidade Centro está disponível uma caixa na recepção e no Campus Arnoldo Schneider no Hall do prédio CT – Centro de Tecnologia, em um local demarcado par depositar os objetos.


Todos aqueles aparelhos velhos e sem utilidade, que antes paravam nas lixeiras comuns, sem destino apropriado, agora têm um destino correto: a reciclagem. O reaproveitamento de materiais é capaz de dar um novo destino para seus componentes, com o reaproveitamento para produção de novos produtos. Podem ser entregues equipamentos eletrônicos em geral, como: computadores, celulares, aparelhos de som, televisões, impressoras.


A coordenadora adjunta do curso de Engenharia Ambiental, Marliza Beatris Reichert comenta que as rápidas mudanças tecnológicas e o crescimento no consumo mundial de eletrônicos têm causado um efeito perigoso para o meio ambiente. “Nos últimos anos podemos observar um aumento significativo da quantidade de lixo eletrônico produzido. Dar o destino correto é muito importante, pois os equipamentos eletrônicos podem conter várias substâncias tóxicas e nocivas, como arsênico, cádmio, chumbo, mercúrio, etc. que podem contaminar o meio ambiente, causando sérios danos aos ecossistemas e a saúde das pessoas” explica Marliza.


VOLTAR IR AO TOPO